terça-feira, 7 de setembro de 2010

baita respeito às mães solteiras

eu pedi demissão e fiquei alguns dias em casa com a nanã e o titão, curtindo a rotina de casa e esperando o momento da mudança de cidade chegar.
enquanto isso, a gente combinou dela "tirar uns dias de folga" enquanto eu ficaria com as principais tarefas de cuidado com o nosso pequeno: trocar fraldas, dar banho, escolher as roupas, passear, brincar, por pra dormir, levar ao sol, dar de comer, e tudo de novo partindo do começo várias vezes ao dia...

lá estava eu com o tito por horas a fio por vários dias seguidos, enquanto a nanã cuidava da casa, colocava seus assuntos pessoais em dia, arrumava as nossas papeladas e vez ou outra (principalmente nos momentos de desespero) me ajudava.

em três ocasiões do dia ela sempre me dava uma mão:
1. hora de fazer a comida dele;
2. hora de dar banho;
3. quando eu precisava resolver alguma coisa ou ir ao banheiro.

nesses dias eu dei parabéns a minha esposa várias vezes e constatei "você trabalha mais que eu".
pedi desculpas pelas vezes em que eu insinuei que ela ficava em casa o dia todo enquanto eu estava fora trabalhando, que ela poderia aproveitar melhor o tempo para fazer outras coisas, que cuidar de um filho não era assim tão complicado.
senti vergonha, conversamos, me senti um babaca por não tê-la ouvido antes quando ela dizia estar muito cansada e até esgotada emocionalmente.

e isso porque eu estava há poucos dias nessa rotina e com ela em casa pra me ajudar a qualquer momento!

depois disso fiquei pensando em como deve ser difícil para uma mãe cuidar de seu(s) filho(s) sem ter nenhuma pessoa 24 horas por dia para ajudar, seja para ela ir ao banheiro, ir tomar um banho, deitar um pouco quando está com dor nas costas, ou simplesmente ter uma pausa para tomar uma água em paz.
complicado.

tá certo que há bebês e bebês e alguns deles são bem tranquilos e quase não dão trabalho, mas há os que são muito intensos, choram demais, demandam atenção extra, dormem pouco, se irritam muito e os cuidados tem que se redobrar.
nos casos de bebês assim, mais difíceis, as mães solteiras que cuidam sozinhas dos filhos merecem mais respeito, pois a tarefa não é nada mole.

a mãe solteira que cuida dos filhos muitas vezes não pode se dar ao luxo de tomar um banho relaxante e um pouco mais demorado, pois sabe que tem que correr para olhar o bebê, estar a postos caso ela precise agir, amamentar, etc.
e o pior é que na nossa sociedade as pessoas tendem a olhar com ares de reprovação para a mãe solteira, rola aquele lance de "família não pode se desfazer", "se engravidou tem que casar" e outras tolices que sabemos que existem por aí.

portanto, mais do que nunca eu falo: tenho um baita respeito às mães solteiras.

(se você é uma delas e tem que se virar sozinha, parabéns, sei que não deve ser fácil)

--
imagem: http://shopbyog.blogspot.com/

12 comentários:

  1. eu fico muito feliz por essa visão!! poucos homens valorizam a maternidade e a dedicação feminina! parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Quando não é aquela situação dos bebes criados pelas avós eu dou os parabens também.
    Mas olha, não é só mae assim que merece parabens. Sao maes iguais a Nanã, que ficam o dia todo com o bebe e tem que ter muita paciencia pra ouvir merdinha do marido depois. -- Não que seja seu caso.

    Meu bebe é tranquilho, mas sem meu dignissimo a coisa ficaria tensa. Eu nao teria tanto tempo pra trabalhar.

    Você está de parabéns por pensar assim :D

    ResponderExcluir
  4. nossa, parabéns, nunca li nada tão sincero, sou mãe solteira de 2, e faço tudooooooo sozinha, mas sozinha mesmooooo, tudoooo, é difícil, mas com essa experiência sei que posso tudo na vidaaa

    ResponderExcluir
  5. Agora imagina com dois bebês! Quando eu digo para alguém que dói "tudo", meu corpo inteiro...acham que to fazendo drama. E olha que o marido ajuda muito hein..mesmo assim, amamentar é só comigo, banho no bbzinho é só cmg entre outras coisas..
    Parabéns pelo txt...vou te seguir ;o)

    ResponderExcluir
  6. Queria que voce fosse solteiro e casasse comigo. :)
    Uma menina da Mag ( solteira e grávida) *_*

    ResponderExcluir
  7. Uhuu ja era sua fã agora sou mais hehehehe
    virei uma mamae solteira a pouco tempo, mas sempre cuidei da minha filha sozinha. Vou inclusive copiar teu post e colocar os creditos no final ok?
    bjao

    ResponderExcluir
  8. obrigado pelos comentários.

    cristina, pode copiar sim, numa boa.

    bjo, felipe.

    ResponderExcluir
  9. É tão bacana dividir a vida com uma pessoa que admite seus erros! Acho que em nome de todas as mães do mundo, agradeço seu reconhecimento.
    Mil beijos =)

    ResponderExcluir
  10. Sou sua fã, sabia?
    Eu tenho um paterno (e muitos tioternos e tiaternas, um vovôterno, e mais 2 vovósternas morando longe mas sempre presentes) em casa e fico muito feliz de ver mais homens paternos por aí...=)
    Meu bebê é desses que, dentro da escala de trabalho que dá um bebê, dá pouco trabalho...e eu já fico quase louca!!
    Vcs homens, quando conseguem ultrapassar os desafios de se desafiar os padrões do sexo "forte", sempre ficam tão maravilhosos...
    Até mais, de uma materna apaixonada por homens lindos que nem vcs!

    ResponderExcluir
  11. Olá Felipe,
    nem sei como cheguei aqui... mas estou adorando a leitura! Parabéns pela família, pelo filhote... De vez quando meu esposo "solta" frases assim desse tipo: "mas você está em casa", e logo depois se desculpa, porque ele já passou pelo mesmo que vc, com nosso primeiro filhote, e sabe o quanto é difícil "fazer T-U-D-O" em casa com criança. Mas olha, vou te dizer, não existe salário que pague a alegria de cuidar de tudo eu mesma!!! rsrsrsrs A grande maioria diz que sou "maluca", que toda mulher TEM que trabalhar fora. Eu já prefiro trabalhar em casa (não ganho mais a mesma coisa, nem perto, claro...), mas nunca uma função me realizou tanto na vida!!! O cargo de mãe é valiosíssimo e não o troco por nenhum outro!!! Beijos nos três, muita saúde, paz e amor!

    ResponderExcluir
  12. Ja gostava de vc! gostei mais ainda...n comento seu blog por pura falta de tempo...
    é muito raro hoje em dia encontrar um ser paterno! Parabéns viu, pra ti e pra Nanã.

    Felicidades pra vcs 3

    ResponderExcluir